Mutirão e live artística do coletivo União Solidária visam a construção de barracões de reciclagem para melhorar as condições de trabalho e as oportunidades de renda de 40 famílias de catadores em Curitiba. “Como o Brasil está em crise, o trabalho garante o básico pra comer. É a renda pra gente sobreviver”, conta Juliana da Silva Santos, da direção da Associação de Catadores Novo Amanhecer.

O piso da casa, sobre uma estrutura de madeira, começa um pouco acima do chão.

Foi feito assim para tentar barrar os transtornos com o acúmulo da água que volta do solo aterrado ou quando alaga a região.

Para ir até lá, é preciso descer uma escadaria em curva, construída com pneus e areia, misturada à argila do solo, andar mais alguns passos em chão batido e ter acesso ao terreno.

Clique aqui e leia matéria completa no site do Viamundo…

Fonte: Viomundo

Autor: Thea Tavares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *