As casas serão construídas com a madeira ilegal apreendida.

Na sessão desta quinta-feira, 11, foi aprovado o projeto de autoria da deputada Luciana Rafagnin que autoriza o Governo do Paraná, o IAP e a Cohapar a utilizarem a madeira ilegal para a construção de casas populares.

As madeiras provenientes das florestas públicas e remanescentes da Paraná Ambiental serão destinadas à construção de casas populares para famílias de baixa renda.

Para se tornar lei agora só depende da sanção do governador Roberto Requião que, já adiantou, que sancionará pela importância da matéria. Para a deputada Luciana este projeto é muito importante pois vai ajudar no combate do déficit habitacional no Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *