Diap divulga lista dos cem mais influentes no Congresso. PT encabeça ranking, com 24 nomes. O Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) divulgou a lista com os cem parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. O novo levantamento, o décimo da série “Os Cabeças do Congresso”, aponta quem são os deputados e senadores que comandam o processo decisório no dia-a-dia do Legislativo. O PT é o que tem maior número de parlamentares na lista (24 ao todo, sendo 6 senadores e 18 deputados).

Confira os nomes dos petistas:

Senadores: Tião Viana (AC), Cristovam Buarque (DF), Paulo Paim (RS), Ideli Salvatti (SC), Aloizio Mercadante (SP), Eduardo Suplicy (SP) Deputados: Nelson Pellegrino (BA), Walter Pinheiro (BA), José Pimentel (CE), Sigmaringa Seixas (DF), Paulo Delgado (MG), Virgílio Guimarães (MG), Paulo Rocha (PA), Dr. Rosinha (PR), Paulo Bernardo (PR), Fernando Ferro (PE), Maurício Rands (PE), Jorge Bittar (RJ), Arlindo Chinaglia (SP), João Paulo Cunha (SP), Luciano Zica (SP), Luiz Eduardo Greenhalgh (PT), Professor Luizinho (SP), Vicentinho (SP) Dez anos seguidos O ex-deputado e atual presidente nacional do PT, José Genoino, figura em outra lista elaborada pelo Diap: a dos 13 parlamentares que aparecem em todas as listas “Os Cabeças do Congresso” dos últimos 10 anos. Genoino se elegeu por cinco mandatos consecutivos na Câmara dos Deputados e deixou a cadeira em 2002. Em ascensão Além da lista dos “Cem “Cabeças”, o Diap relaciona os parlamentares que estão em ascensão. Esses parlamentares, mesmo não fazendo parte do grupo dos cem mais influentes, estão em plena ascensão, podendo, mantida a trajetória ascendente, estar futuramente na elite parlamentar. Dentre eles, 18 são do PT. Confira: Senadores: Ana Júlia Carepa (PA) e Delcídio Amaral (MS) Deputados: Carlito Merss (SC), Carlos Abicalil (MT), Chico Alencar (RJ), Doutora Clair (PR), Eduardo Valverde (RO), Henrique Fontana (RS), Ivan Valente (SP), João Grandão (MS), José Eduardo Cardozo (SP), José Mentor (SP), Lindberg Faria (RJ), Maninha (DF), Maria do Carmo Lara (MG), Mauro Passos (SC), Ricardo Zarattini (SP) e Tarcísio Zimmermann (RS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *