Em um ato, às 13h30, no Palácio das Araucárias, foi sancionada a lei que amplia para 180 dias (seis meses) a licença-maternidade das servidoras estaduais

Agora, é lei!

Curitiba, PR (14/07/2009) – Em um ato, às 13h30, no Palácio das Araucárias, foi sancionada a lei que amplia para 180 dias (seis meses) a licença-maternidade das servidoras estaduais. A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) — autora da primeira matéria a tramitar na Assembleia Legislativa no sentido de garantir o direito às servidoras paranaenses — acompanhou o presidente interino da Casa, deputado Antônio Anibelli (PMDB), até o palácio do governo, onde este entregou nas mãos do governador Roberto Requião o projeto de lei aprovado pelos deputados. No mesmo instante, Requião convidou os parlamentares presentes a assinarem com ele o ato de sanção da lei aguardada desde 2007 pelo funcionalismo estadual e também reuniu mulheres que trabalham nas repartições do Palácio das Araucárias.Os deputados estaduais que participaram da solenidade foram: Luciana Rafagnin e Elton Welter (PT); Antônio AnibelliAlexandre Curi e Bete Pavin (PMDB). Luciana comemorou a conquista: “Agora, é lei!”

Jornalista: Thea Tavares (MTb 3207/PR)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *