Luciana visita assentamentos em Honório Serpa e conversa com lideranças petistas do município Francisco Beltrão, PR (06/05/2005) – A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), presidente da Comissão de Agricultura, Indústria

Luciana visita assentamentos em Honório Serpa e conversa com lideranças petistas do município Francisco Beltrão, PR (06/05/2005) – A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), presidente da Comissão de Agricultura, Indústria, Comércio, Turismo e Mercosul da Assembléia Legislativa do Paraná, participou, nesta quinta-feira (05/05), de quatro reuniões em comunidades do interior de Honório Serpa e de um encontro com lideranças petistas na Câmara de Vereadores do município.

Acompanhada do Presidente da Câmara, vereador Rovanir José Noll, do vice-prefeito do município, Altemir Christoff, do Secretário da Agricultura, Odimar de Mello, e do Presidente da Cresol Honório Serpa, Sebastião Pacheco, a deputada Luciana conversou com lideranças da agricultura familiar, assentados e acampados das comunidades de Santa Rita, Nova Terra e do Distrito de Pinho Fleck. Em todas estas, a população debateu com os visitantes, questionou e pediu informações sobre diversos assuntos, como as ações dos governos federal e estadual para a agricultura familiar, as medidas desses governos para minimizar os prejuízos com a estiagem, as solicitações das famílias acampadas e as necessidades de infraestrutura nos assentamentos de reforma agrária.

Na sede do município, à noite, Luciana participou, ainda, de um encontro com cerca de 30 lideranças petistas dos bairros da cidade.

As lideranças também mostraram preocupação com a instrução normativa que irá regulamentar a produção e comercialização de leite. Luciana lembrou que esta instrução e algumas de suas normas mais exageradas já foram motivo de muita luta da agricultura familiar no passado. “Há alguns anos, conseguimos segurar a regulamentação dessa normativa com muita mobilização, prorrogando sua aplicação para julho de 2005. Acontece que essa data está chegando. A normativa é antiga e foi aprovada em outros governos, pelos deputados da época, com forte lobby dos grandes laticínios. O que estamos tentando fazer é discutir as formas de amparar os agricultores e agricultoras familiares, as associações de produção do setor, pensando alternativas ao impacto dessa instrução normativa. A agricultura familiar também defende a qualidade e saúde dos alimentos. Mas os interesses por trás da aprovação dessa legislação, no passado, eram critérios apenas baseados nos lucros das grandes empresas e na seleção dos produtores por essas indústrias, desencadeando um processo de exclusão cada vez maior nesse setor produtivo”, disse Luciana. Outros assuntos como reserva florestal, proteção de matas ciliares e de fontes também estiveram na pauta dessas reuniões nas comunidades de Honório Serpa.

A deputada Luciana manifestou apoio à Marcha dos Sem-Terra: “Precisamos de organizações fortes, atuantes, que se mobilizem e discutam com os governos suas propostas e suas necessidades. A mobilização das entidades é própria do ambiente democrático”. Sobre a reforma agrária em si, Luciana lembrou que o governo Lula está assentando famílias com garantia de infraestrutura e que a Superintendência do INCRA no Paraná aumentou consideravelmente os investimentos nessa área em comparação ao governo passado. A média de investimentos em infraestrutura dos assentamentos durante os anos FHC foi de 800 mil reais. Só este ano, o governo Lula já garantiu a execução de 3 milhões de reais para essas obras nos assentamentos de reforma agrária do Paraná e tem como meta chegar a 6 milhões de reais no ano que vem.Jornalista: Thea Tavares (MTb 3207-PR) Contato: Deputada estadual Luciana Rafagnin – (41) 350-4087 / 252-4314. No escritório de Francisco Beltrão: (46) 3524-0939. Em Honório Serpa: (46) 3245-1178, com Rovanir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *